PILIALOHA WA'A: uma identidade lapidada pela inspiração do designer remador

February 2, 2017

Uma identidade forte é construída aos poucos. O PILIALOHA WA'A começou as remadas na ilha em em 13 de março de 2016, com a chega da Ho'oponopono. Uma canoa polinésia, embarcação com mais de 3 mil anos de história, que foi o principal elo de ligação entre as ilhas do pacífico, chegou à Ilha do Governador trazendo um pouco da cultura dos insulanos, dos caiçaras, dos pescadores tradicionais, dos atletas e dos apaixonados pelo mar de todas as partes do planeta. Uma canoa havaiana, que chegou para resgatar o domínio do insulano sobre o espelho d'agua, promover o trabalho em equipe, o cuidado com o corpo e a mente.

 

O start foi dado algumas vezes, mas quis o destino que nossa identidade fosse construída por alguém que também faz parte dela, alguém mergulhado no dia a dia das remadas na Praia da Bica, nosso privilegiado ponto de partida. Passados 11 meses de remadas incríveis, o núcleo teve sua identidade lapidada pela competência e inspiração do nosso remador e designer Claudio Mota, da WDA Agência Digital.

 

O recorte das montanhas, que abrange Pão de Açúcar, Corcovado e Parque Nacional da Tijuca formando o clássico visual da Praia da Bica; as gaivotas, que junto com socós e outras aves marinhas nos fazem companhia diariamente; a canoa havaiana Bradley original by Halau Outrigger, fabricada pelo nosso amigo Hugo Sanchez, representada em seus mínimos detalhes; os triângulos polinésios representando cada um dos 6 remadores e também a clássica ligação entre Hawai'i, Ilha de Páscoa e Polinésia Francesa. Um logotipo que reúne elementos comuns a diversos núcleos de wa'a e, ao mesmo tempo, ostenta perfeita originalidade.

 

Please reload

Posts Em Destaque

PILIALOHA: VIBE DE AMIZADE

February 25, 2016

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
VOLTAR AO TOPO
arrow_edited.png

© 2020 por PILIALOHA WA'A